Página InicialEnglish   Español

Domingo, 22/10/2017

FAVORITOS

Adicione em seus favoritos esta página

Ecoturismo

Caminhadas & Expedições

                    CAMINHADAS


PEDRA DA GÁVEA
O nome Pedra da Gávea remonta ao tempo das primeiras expedições portuguesas à terra do Brasil em 1502, ano da descoberta da Baía de Guanabara, o que primeiro esteve na região do Rio de Janeiro, registrou em seu diário de bordo a entrada da Baía de Guanabara, que para ele era a embocadura  de um grande rio, localizado ao norte de uma pedra em forma de gávea. para o navegante português, a pedra assemelhava-se ao cesto da gávea, mirante colocado no mastro mais alto da caravela, onde havia sempre um marinheiro de plantão a prescutar o horizonte.
Para os ingleses, entretanto, como narrou Walsh em 1928, a pedra mais parecia com o nariz do almirante Wood, “ as montanhas  distantes que barcavam o horizonte formou o papel grosseiro de um rosto humano virado para cima, com o nariz e o queixo curvados e, por isso mesmo, chamado  pelos ingleses  de rosto de Lord Wood, no qual diziam-se assemelhar.”
Fato é que independente de nome, a Pedra da Gávea, por sua localização e altura, servia de excelente ponto de referência para os navegadores da época.
O Parque também contou com o primeiro ciclo do café no Brasil. a custa da devastação da mata atlântica, a sua substituição por fazendas de café. Um processo de reflorestamento levado a cabo, a partir de 1961, conseguiu reverter este processo destruidor. As trilhas e os mais de cem sítios arqueológicos da  cidade, são os antigos caminhos e fazendas imperiais onde, em grande medida, os destinos do Brasil foram traçados.
A pedra da Gávea situa-se em área destinada á preservação e à educação ambiental, localizada em um dos três setores que, separado por eixos rodoviários, compõe o  Parque Nacional da Tijuca. os três setores do parque são:  o complexo da Pedra da Gávea, Pedra Bonita, Serra da Carioca e a Floresta da Tijuca.
O parque da Tijuca vem demonstrar ao visitante o aspecto educativo, ecológico,histórico-cultural e o turístico.
Característica do local:
Caminhada "estilo pesado”, com dois trechos de escalada, sendo o segundo bem acidentado,próximo à abismo ( carrasqueira ), precisando do auxílio de corda, tanto na subida quanto na descida.
Duração média de 3 ( três ) horas de caminhada para a subida e para a descida. É aconselhável se ter bom condicionamento físico.
Na metade do percurso existe uma fonte d’água.
Visual: toda a orla do Rio de Janeiro, da Restinga de Marambaia a Região dos Lagos.
            Está incluído: caminhada com guia



PÃO DE AÇÚCAR
Foram os portugueses que lhes deram este nome, pois nos antigos engenhos de açúcar, após a cana ser espremida e o caldo fervido e apurado, os blocos de açúcar eram colocados em fôrmas de barro cônicas chamadas "pão de açúcar" e desta forma transportados para a Europa. Devido a semelhança do penhasco carioca com aquela fôrma, o mesmo passou a chamar-se "Pão de Açúcar".
Os bondinhos do Pão de Açúcar funcionam todos os dias da semana das 8:00 às 22:00 horas, com partidas de meia em meia hora ou sempre que for completada a lotação máxima de 75 pessoas.
A viagem até o alto do Pão de Açúcar é feita em duas etapas, iniciando na Praia Vermelha onde os visitantes embarcam no primeiro bondinho que os leva até o Morro da Urca, e lá embarcam em outro bondinho que então os leva até o Pão de Açúcar.
Os bondinhos são movidos por motores elétricos equipados com possantes geradores para os casos de falta de energia elétrica.

Altura das estações:
                     Morro da Urca 220 metros
                     Pão de Açúcar  396 metros

Distâncias entre as estações:
                     Praia Vermelha/ Morro da Urca : 528 m
                     Morro da Urca/ Pão de Açúcar :  750 m

Bondinhos:  
                     Capacidade para 75 pessoas
                     Tempo de percurso : 3 minutos


PARQUE LAGE - CORCOVADO
O Parque Lage fica localizado no bairro do Jardim Botânico, sede de uma antiga residência colonial da fazenda de Rodrigo de Freitas, sendo transformada em área publica em 1992 e declarada Reserva da Biosfera pela UNESCO.
Em seu interior vislumbraremos de uma floresta nativa, possuindo várias trilhas, dentre elas, a mais interessante, que liga o parque ao topo do Morro do Corcovado, onde se situa a estátua do Cristo Redentor. O parque fica situado numa região conhecida como "suvaco do cristo".
A trilha é de grau de dificuldade médio necessitando de um bom condicionamento físico do participante por exigir esforço físico durante o trajeto, já que transporemos desníveis.
Tempo de duração, cerca de 2 horas e meia de subida até avistarmos o início da trilha do bondinho na qual seguiremos por mais 30 minutos até chegarmos ao seu topo onde nos depararemos com o todo majetoso "Cristo Redentor".
A vista é maravilhosa, e após chegarmos ao topo retornamos pelo mesmo local até o interior do Parque Laje.
Está incluído: caminhada com guia



PICO DA TIJUCA
Tijuca é o nome do Parque Nacional, da cadeia de montanhas que forma seu maciço principal e do seu Pico mais alto. em idioma nativo, “ Tijuca” quer dizer caminho de charco ou caminho ruim. O Pico da Tijuca, com 1021 m de altitude, é não só o ponto culminante do parque , mas também o segundo morro mais alto do Município do Rio de Janeiro, só perdendo para o Pico da Pedra Branca, maciço de mesmo nome, com 1024 m, situado em Bangu, Zona Oeste  do Estado. A Floresta da Tijuca foi palco da cultura do café, que com a queda do café, foi feito o primeiro reflorestamento de que se tem registrado no Brasil. Foram desapropriadas fazendas para se instalar o Parque da Tijuca, que é observado ao redor do mesmo, e que hoje fazem parte da história, servindo como sede do parque.
Na República Velha, mesmo com o parque praticamente abandonado, o presidente Washington Luís determinou tratamento especial ao Pico da Tijuca. no seu governo, em 1920, para recepcionar o Rei Alberto da Bélgica, um aficcionado por montanhismo, reformou-se a trilha, escavaram-se degraus na rocha e fixaram correntes  de ferro para o apoio que, embora danificadas, ainda encontram-se na parte final de acesso ao mirante.

Características do local:
Caminhada de estilo leve, com duração de 1 hora.
Pode-se levar criança a partir dos  08 ( oito ) anos.

Está incluído: Caminhada com Guia



MORRO DA COCANHA (FLORESTA DA TIJUCA)
O Morro da Cocanha tem 982 metros de altitude. Seu nome significa grande quantidade de frutas. Estas parecem ter sido o principal produto plantado pelo proprietário das terras locais, Elias José dos Santos. A sede de sua fazenda ficava na vertente noroeste do morro e era servida por uma trilha em pé de moleque. A propriedade de Santos foi incorporada ao Patrimônio Público e reflorestada pela equipe do Major Archer, um esforço épico que começou em 1861 e durante 13 anos, período em que mais de 100.000 mudas foram plantadas. O morro do Archer tem 817 metros de altitude e pode ser visitado como parte desse roteiro.

Características do local:
Caminhada de estilo moderada, com duração de 2 hora.
Pode-se levar criança a partir dos  10 ( dez ) anos.

Está incluído: Caminhada com Guia


PICO DO PAPAGAIO (FLORESTA DA TIJUCA)
O Pico do Papagaio ou Bico do Papagaio tem 989 metros de altitude e é o segundo morro mais alto do Parque Nacional da Tijuca. Conhecido primitivamente como Pedra Dente ou Dente dos Espíritos, este pico era evitado pelos superstiociosos índios tupinambás. Eles acreditavam que dali emanavam maus fluidos. Desde o decreto de criação do Parque Nacional da Tijuca, contudo, tem sido a trilha ao Pico do Papagaio uma das mais percorridas da Floresta da Tijuca, perdendo apenas em preferrência para o Pico da Tijuca. A parte final de seu trajeto, bem como a do Pico da Cocanha, é bem íngrime e difícil, exigindo ao trilheiro agilidade e experiência.

Características do local:
Caminhada de estilo moderada, com duração de 2 hora.
Pode-se levar criança a partir dos  10 ( dez ) anos.

Está incluído: Caminhada com Guia



PRAIAS SELVAGENS
De um lado a Restinga de Marambaia. Do outro um panorama de Grumari até a Barra da Tijuca, vendo ao longe a Pedra da Gávea. Longa trilha plana cortando  a montanha, ladeada pelo mar. As praias não são interligadas, para visitar cada uma delas é preciso descer e subir ribanceiras. O ideal é escolher uma e mergulhar no mar de azul intenso e limpo; curtindo a paisagem exuberante do local.
Praias  visitadas: Perigoso, Concha, Do Meio, Funda, do Inferno.

Característica da caminhada:
Caminhada estilo leve.
Dá para levar criança  a partir de 07 anos. ( se estiver habituada )
Idade mínima – 10 anos

Está incluído: caminhada com guia.



CACHOEIRA DO MENDANHA
O Rio Guandu do Sapê escorre pela Serra do Mendanha, no seu curso forma quedas d’água de encher  os olhos, poços cristalinos e divertidos escorregas na água sobre as pedras.
A caminhada será por uma trilha de vegetação atlântica. sua localização é  na Zona Oeste do Rio de  Janeiro, no bairro de Campo Grande.

Característica do local :
Caminhada leve, com duração de 01 ( uma) hora.
Não existe fonte d’água no percurso.
Pode-se levar criança a partir dos  08 ( oito ) anos.

Está incluído: caminhada com guia

| Sobre | Fotografias | Preços | Reserva On Line |

  INDICAR PÁGINA

Seu nome

Seu e-mail

Destinatário

E-mail destinatário

  ENQUETE

QUAL A ATIVIDADE VOCÊ GOSTARIA DE FAZER E NUNCA FEZ ?

CAMINHADA

ESCALADA

RAPPEL

MERGULHO

ORIENTAÇÃO

RAFTING

CAVALGADA

VÔO-LIVRE

Copyright © 2017 CaminhArte Ecoturismo
Todos os direitos reservados